Transforme a sua realidade

8 de jun de 2016

Eu sou uma pessoa que vive sonhando acordada. Antes de começar a falar, deixo bem claro que não sou contra a nenhum tipo de sonho. Pelo contrário, acho que precisamos sonhar mesmo, desejar, querer e ir atrás.

A questão é que na maioria das vezes, muitas pessoas por acreditar tanto nesses sonhos que vem em vários horários do dia, acabam se tornando pessoas frustradas com a vida. Isso eu realmente não concordo.  Porque quando sonhamos acordada, quando imaginamos algo no meio do caos em que estamos, na maioria das vezes é algo que queremos ser mas não somos.   


Vou explicar, esses dias eu estava de repouso no meu quarto. Coloquei uma playlist qualquer pra tocar e deixei os pensamentos guiarem aquilo. Me imaginei em diversas situações e quando dei por mim já havia se passado quase uma hora. Quando eu parei para analisar tudo o que eu havia " imaginado", me deu uma crise de riso. Naquele sonho eu era alguém que eu realmente não sou. Posso vir a ser, claro, estamos destinados a sempre mudar para o melhor. Mas naquele momento, naquela ocasião, naquele sonho em questão, eu estava bem longe de ser tudo aquilo que eu imaginei ali. 

Lendo um livro que minha irmã me emprestou, por incrível que pareça a autora tem um capítulo dedicado exclusivamente a isso. Mas ela não cita o sonhar acordado como algo ruim, o problema é quando isso se torna uma válvula de escape para a nossa solidão. E a solidão temos que vencer na hora para que isso não torne um problema muito maior depois.

Sei que o mundo de hoje está muito difícil e acaba se tornando muito mais fácil se fechar no nosso quarto, com um computador e um animal de estimação do que tentar conviver com as outras pessoas. Não to julgando ninguém, estou falando por experiência própria. Em determinado tempo da minha vida eu não conversava nem com o pessoal da minha casa. Desenvolvi problemas psicológicos  e depois que me libertei disso, eu passei a aproveitar muito mais a vida real do que a vida que eu tanto sonho. E a Cristiane Cardoso cita exatamente isso "... você estará se fazendo um grade favor aperfeiçoando-se naquilo que faz, dedicando-se a coisas novas, descobrindo novos talentos e novas habilidades e fazendo da realidade um sonho muito melhor para se sonhar..."

E para transformar a nossa realidade, precisamos transformar a nossa mente. Já dizia a minha avó, mente vazia é oficina do diabo. Quanto menos você ocupar sua mente, mais espaço para pensamentos ruins você vai abrir. E nesse livro, a Cristiane cita algumas coisas para que a gente ocupe a nossa mente, dia após dia. A parte mais importante é que antes de tudo possamos cuidar mais da gente e organizar o nosso tempo e só depois desenvolver outras atividades. Olhem só as seis dicas que ela dá:
  • Cuide da sua saúde: Ingerir comidas saudáveis, se exercitar e cuidar do seu corpo são, na maioria das vezes, as últimas tarefas da sua lista. Mude esse padrão de comportamento e faça disso uma prioridade. Afinal de contas, se você ficar doente, como conseguirá realizar as demais tarefas da sua lista?
  • Cuide da sua vida espiritual: Orar, ler a bíblia, frequentar a igreja semanalmente e guardar o seu coração de mágoas e qualquer tipo de sentimento ruim.
  • Dê mais de si: Ninguém pode fazer isso por você. Se estiver esperando receber para que, então, possa dar aos outros, é melhor se deitar e esperar a morte chegar.  Sempre se pergunte o que posso me dar mais hoje? Dessa maneira, está sempre dando e sempre recebendo. Uma ótima maneira de se viver.
  • Seja você mesma: Só você pode ser você, então porque tentar ser outra pessoa? Será que as pessoas compram o mesmo par de sapato duas vezes? Nada disso! Eu odeio réplicas, odeio saber que não possuo a coisa verdadeira. Ou é o original ou é nada ( minha parte preferida!)
  • Seja responsável: Seja qual for a sua função, desempenha-a bem. Se você é mãe, filha, funcionária, esposa, dona de casa ou estudante, saiba de uma coisa: Só você pode executar bem essa tarefa. Então, por que perder tempo?
Eu não sei qual é o cenário da vida de vocês, mas conheço bem o cenário em que eu me encontro. Tenho descoberto que por mais que as vezes falte algo, por mais que a vida não esteja do jeito que eu planejei quando me formei no ensino médio. Independente de qualquer coisa, independente da minha atual realidade, é possível viver da melhor maneira possível. Como diz o lindinho do Tiago Iorc "... Quem se soltar, da vida vai gostar e a vida vai gostar de volta em dobro...". O que eu entendo disso é que quanto mais nos empenharmos em sermos felizes, nas mínimas coisas, mesmo quando tudo diga que não. A vida vai se encarregar de dobrar essa felicidade. Pode ter certeza que vai.

p.s. O livro que citei é o " A Mulher V" da Cristiane Cardoso.


6 comentários:

  1. Amo ler textos assim Lolla...nos fazem enxergar coisas de nossas rotinas que muitas vezes passam despercebidas...
    beijos.
    Blog GuriasGata

    ResponderExcluir
  2. Lolla realmente, as vezes fico parada me imaginando como uma pessoa totalmente diferente do que sou. E como disse pode ser que no futuro sejamos sim essa pessoa. Mas acho que devemos sonhar porém correr atrás do que queremos por mais simples que seja.
    Amei sua escrita, beijão. Jardim de primavera

    ResponderExcluir
  3. que post mais amor!!! fui lendo ele lembrando desse versículo: "e não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que proveis qual é a boa, agradável e perfeita vontade de Deus - Romanos 12:2" <333

    beeeijos, Ja fomos legais

    ResponderExcluir
  4. Que texto mais lindo, Lolla!!! Adorei os trechos retirados desse livro que você leu, ele parece ser ótimo, vou procurá-lo pra ler depois.
    Eu me considero uma pessoa super sonhadora, daquelas que se imaginam em diversas situações aleatórias e bem fora da minha realidade. Mas desde cedo eu aprendi a separar os meus sonhos mais loucos dos que realmente podem se concretizar, e focar apenas nos que eu sei que posso lutar para torná-los real. Acredito que todo mundo deve sonhar acordado, pois é uma das melhores "válvulas de escape" momentâneas, porém, é importante continuar mantendo os pés no chão.

    Com amor,
    Steph • Não é Berlim

    ResponderExcluir
  5. A verdade é que me falta às vezes a motivação para fazer a mudança. Adorei querida <3
    THE PINK ELEPHANT SHOE | FACEBOOK | INSTAGRAM |

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho muita vontade de ler esse livro da Cristiane. Eu li casamento blindado e gostei muito. Muito bom o texto. No meu caso, em vez de sonhar eu fico ansiosa e pensando no pior.. precisando praticar mais essas dicas. Bjs

    www.deboradahl.com

    ResponderExcluir