Um ano e alguns meses depois - #ImNotAShopaholic

10 de nov de 2015

Eu tenho um costume muito grande de falar " Gente", sempre que tenho um babado pra contar hahaha. Então, hoje estou liberada para começar esse post dizendo: Gente, quanta coisa mudou!
Como temos muitos leitores (as) novos aqui, vou dar uma relembrada no assunto, ok?! Ok.
Há mais ou menos um ano atrás, na verdade, um ano e alguns meses eu fiz um post assumindo a minha compulsão por compras. Eu praticamente não tinha vida além de pagar meus cartões de crédito, quando eu conseguia pagar. Virei escrava do consumismo mesmo. Para vocês terem uma ideia, as vezes eu comprava algo e não conseguia me lembrar, aí a fatura do cartão chegava e eu quase caia pra trás. Só que não era algo simples, era um valor bem grande, bem grande mesmo!
Depois de perceber como a minha vida estava, eu tinha metas que não conseguia alcançar porque estar com uma coisa diferente ( nem que fosse uma blusinha) a cada fim de semana era muito mais importante. O que me fazia terminar o mês em lágrimas, já que as vezes eu não tinha dinheiro nem pra sair, ou seja, não tinha como usar as coisas que eu tinha comprado.
Decidi mudar, completamente!. Junto com a minha irmã criamos o #ImNotAShopalic, um projeto para quitar todas as minhas dívidas, tirar o meu nome do SPC e ter a consciência de que tudo tem que ser na medida certa, inclusive o dinheiro que eu gasto comprando roupa todo mês. 
Lá no inicio do projeto estabelecemos três passos : Aprender a me controlar, manter o foco e seguir um planejamento financeiro. Depois de contar para você, eu fiz apenas um update contando que consegui cancelar um cartão de crédito e que iria estender o planejamento até o mês de fevereiro. Já vou dizer que dei uma descontrolada no meio desse tempo. E foi bem no fim do ano. A ilusão do décimo terceiro foi enorme! Então, com um salário a mais eu gastei todo o limite do meu cartão comprando coisas desnecessárias e o meu cartão veio uma facada!. Aí eu liguei para o banco e me deram a opção de negociar e diminuir o meu limite, só que em um misto de decepção comigo mesma e vontade de mudar eu decidi cancelar e negociar o valor total. Ótimo, ponto pra mim!
Mas nesse meio termo eu paguei um dos cartões de fast fashion e dois cartões cancelados. Ou seja, tinha mais um cartão de crédito e um cartão de fast fashion para quitar.
Fui comprando algumas coisas nesse meio termo, coisas que eu realmente precisava mas mantendo o foco de que tinha várias coisas para pagar ainda. Mas no meio de tudo isso eu consegui comprar meu guarda-roupa. Sem ajuda de ninguém. Aí veio o inverno e eu não tinha quase roupa nenhuma para usar, a maioria era tudo de primavera/verão. Então, junto com a minha irmã e com a minha mãe comprei algumas roupas que eu queria mesmo e que era necessário.
Aí eu tinha planos de comprar um notebook e de fazer uma viagem. Só que nesse meio tempo entre terminar de pagar o parcelamento do cartão de crédito cancelado, quitar o cartão da fast fashion e pagar as roupas novas, eu fui mandada embora. A crise pegou, e pegou feio..
E quando recebi meu acerto por um instante eu quis sair e fazer alok das compras, já que teria que ficar um bom tempo sem comprar nada, tinha que aproveitar. Mas ao contrário disso, assim que recebi fui na loja e quitei todo o meu cartão, separei o dinheiro para pagar o meu cartão de crédito. Comprei um notebook, e como contei para vocês que eu fui assaltada, comprei um celular novo. E com o dinheiro que havia sobrado, eu separei um dinheiro para sair nos meses em que iria ficar em casa e um dinheiro para comprar várias roupas na Forever 21. Só que depois de tanto me privar de comprar roupa, eu peguei esse dinheiro e investi em uma viagem. Uma pequena viagem mas para um dos lugares que eu sonhava em conhecer aqui no Brasil. Não vai ser uma viagem super chique, mas eu vou estar lá e é isso que importa.
Não vou dizer para você que foi sempre um mar de rosas todos esses dias, mas hoje a vida está bem mais leve, sabe? Consigo fazer tudo o que eu quero
Com o meu planejamento financeiro mensal eu sei direitinho para onde meu dinheiro vai e o quanto vai sobrar. Consigo pagar tudo em dia sem lágrimas. Hoje eu penso 400 vezes antes de entrar em uma loja e comprar descontroladamente . E olha que ainda tenho um cartão de crédito para emergências.
Essa vontade louca de comprar tudo que vê pela frente ainda continua aqui, mas é algo que eu venço todos os dias, mês após mês. Sem enlouquecer, sem pirar, mas na medida certa. Não foi necessário ir a um grupo de ajuda, mas foi preciso muita força de vontade, muita mesmo!
Aprendi que não tem problema vestir roupa repetida, feio mesmo é ter o seu nome no vermelho. Tenho foco nas minhas coisas, agora só falta voltar para o curso de inglês e começar a guardar dinheiro para alguns sonhos que ainda quero realizar. É um sentimento bom de poder fazer tudo certinho que só quem passou pela ruína de viver dependendo de coisas novas para se satisfazer vai entender. Tem coisas e sentimentos que dinheiro nenhum paga, e eles sim são imperdíveis. A vida vai muito além de sapatos, bolsas, acessórios ou roupas novas todo mês, disso vocês podem ter certeza.
E fica registrado aqui, a história de uma ex compradora compulsiva, com muito orgulho e com muitos sonhos pela frente ( assim espero).


10 comentários:

  1. Parabéns pelo auto controle. Também já fui muito consumista e sei muito bem do que você está falando.
    Com o tempo a gente acorda e vê que a vida não é só isso.
    Beijos
    http://morandocomamor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. fico feliz que tu tenha conseguido e que esteja feliz com tu condição atual. Eu já fui bem louca em compras tbm mas hoje tenho um consumo consciente de tudo que compro, daquilo que precisa e da procedência das coisas. Desconfio mt qndo uma peça de roupa está barata, chega a ser tentador, mas a verdade é que alguém tá pagando caro por aqui ali. Aproveite a viagem e curta bastante essa vida nova! Bjs

    rhuanytta.com

    ResponderExcluir
  3. Menina que sofrimento né, auto controle, fé, força de vontade é tudo mesmo. Lindo texto, eu sou bem contralada graças a Deus

    BJuuuuuuu
    www.blogjumedeiros.com

    ResponderExcluir
  4. Muito obrigado querida! Ahahaha
    Estou a ver que somos muito parecidos, então. Gosto disso! :P

    Fico muito orgulhoso de ti por agora te conseguires controlar mais. Já tive essa fase, também...


    NEW GET THE LOOK POST | Plaid: English Looks
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderExcluir
  5. Nossa que bom que é ler esse post, lembro da época que você começou a administrar suas finanças, do post que voce fez aqui e tudo, graças a Deus você conseguiu, se controlar é a melhor coisa que tem, as vezes gasta muito dinheiro com tantas bobagens né?

    Beijoss
    www.conversandocomalua.com

    ResponderExcluir
  6. Que bom que melhorou! Realmente é horrível ficar com dívidas, eu tenho é com pessoas. Porque sempre que eu quero alguma coisa e to sem dinheiro, a pessoa que tá comigo sempre fala "ah, deixa que eu compro e depois você me paga", mas isso me complica sempre, porque aí eu recebo e vou comprando e, quando vejo, gastei tudo e esqueci de pagar as pessoas :( e olha que eu deixo anotado ein! Mas enfim, no começo do post me lembrei do filme "Oi, sou a Thamiris e sou compradora compulsiva" "OI, THAMIRIS" hahahahahahaha! Cara, acho que vou entrar nesse projeto com você e sua irmã, a gente até podia fazer um grupo no Facebook ou no WhatsApp pra uma apoiar a outra, porque eu comecei a estagiar agora e toda vez que fico triste, fico querendo comprar coisas, aí quando vou ver, acabou meu dinheiro :/

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  7. Ai lolla, sua história e igual a minha, até me emocionei!
    em 20110 eu passei por uns problemas com relacionamento e tal, ai lembro que uma amiga minha chegou para mim e disse que o problema era que eu não me vestia bem, que não andava de salto alto, e blablabla.
    Então escutei ela e assim, sai comprando tudo que via pela frente e gostava, ai moral da história, em 2013 eu estava devendo mais 12 mil reais. na hora que eu parei e vi isso, tipo fiquei chocada.
    Hj faço de tudo para não passar perto de lojas pq a compulsão está comigo, e ainda pago as parcelas dessas dividas, e nem sei quando vou acabar =(
    bjs

    http://tutiaah.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Nossa, parabéns!!!!!
    Eu sempre tive auto controle e n imagino como seja estar em uma situação assim. Mas enfim, realmente, parabéns!
    Beijos

    www.apequenaka.com

    ResponderExcluir
  9. Que demaisss! Vou me inspirar muito na história de vcs, viu? Eu preciso parar de ser uma compradora compulsiva tb. Quero mt viajar, aproveitar mais a vida.. e o dinheiro fica indo para coisas q nem preciso, coisas repetidas.. Super parabéns, merece mts parabéns mesmo pela conquista! rs Bjs

    http://www.mayaravieira.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Caramba, que relato.. Eu sou bem controlada financeiramente, mas as vezes deixo de comprar uma roupa que preciso porque "aquela caneca é linda" hahaha .. mas parabéns para você pela força de vontade e por ter conseguido se organizar, minha irmã é assim e teve mês que ela ficou R$ 8 mil no vermelho e também foi uma luta para ela. Continue assim e tente se viciar em viagens, roupas são passageiras, mas a memória de conhecer lugares novos não tem preço <33

    Quase Reis | Facebook

    ResponderExcluir