Trench Coat Para Esse Frio.

29 de jun de 2016

Inverno é a minha época do ano preferida. Aquela preguicinha de manhã, os caldos quentinhos, o chocolate quente e os looks. Toda aquela sobreposição para nos aquecer durante o dia, com direito a lenço, toucas, luvas e botas. Mas se tem algo que eu realmente me importo na hora de montar um look é o casaco. Primeiro decido qual eu vou usar para depois montar o resto.

Eu tenho muitas jaquetas, mas meu sonho de consumo é um Trench Coat.
O Trench Coat foi uma peça criada por Thomas Burberry, lá na época da primeira guerra mundial com o intuito de proteger os soldados do frio e da chuva. É mais comum ver essa peça no armário de pessoas que moram nos países bem mais frios do que o Brasil, ou no armário da população da região sul, já que lá o frio é bem maior.

Inicialmente ele era feito de algodão, couro ou gabardine. E ficou bem conhecido por ter um pano xadrez na parte de dentro que o destacava. Mas, com o passar do tempo e da evolução no mundo da moda, vários estilistas começaram a reproduzir a peça com diversos tecidos e modelagens.
Por ser um casaco maior - Ele pode ir até o joelho ou além dele. É possível fazer várias combinações bem fashionistas. Por ser versátil, é possível usar com saias, calças, vestidos ou até usar o próprio casaco como vestido.  Um ótimo investimento. 

Antigamente, não se encontrava tantos modelos a venda no Brasil, mas graças a Deus algumas lojas já investiram e eu listei alguns modelos, olhem só:
1 | 2 | 3
 Na C&A você consegue encontrar um modelo em suede, que é a tendência do momento. E a coleção com o Alexandre Herchcovitch veio recheada de casacos bem fashionistas e lindos.
1 | 2 | 3
Na Renner também é possível encontrar peças lindas. Branquinho, creme e uma inspiração com um casaco vermelho junto com uma calça em que a estampa é em P&B. Meu preferido <3
1 | 2 | 3

A Dafiti tem mil e uma marcas com peças maravilhosas. Mas em especial a Morena Rosa e a Mooncity, com peças casuais, lindas e com cores melhores ainda <3

Muito lindo, não é? Por isso que é o meu "sonho de consumo" do momento. Ainda mais nesse inverno bem rigoroso que paira pelo Brasil. 

Vocês gostaram das dicas? Também amam o trench coat? Podem me contar!

Um super beijo e fiquem com Deus <3

MARATONA NETFLIX #3

28 de jun de 2016

Vocês pedem e sabe o que acontece? Aham, eu faço.

Percebi que as maratonas estão com um retorno muito bom e vocês pediram toda semana. Tô fazendo o possível. Mas creio que agora que meu aniversário e todas as comemorações passaram, o tempo vai ficar melhor e mais fácil de ser organizado e assim vou poder ver várias séries e filmes. Que felicidade em escrever isso!

Como eu percebi que nos dois últimos posts só foi de filme romântico, tentei dar uma variada nessa semana. Já vou adiantando, segui o conselho de algumas blogueiras e vi um filme em especial que me fez chorar um rio, um que me inspirou muito e um com uma lição linda. Olhem só <3

The Fundamentals Of Caring

Sinopse: Um homem que sofreu grandes perdas em sua vida entra em um curso que muda suas perspectivas de vida.

A Sinopse é bem simples, mas a história é bem linda. Primeiro é abordado a vida de Ben, um ex-escritor com um trauma psicológico que ele ainda não conseguiu superar. No filme vemos vários relances até realmente entender tudo o que aconteceu na vida dele. Achei genial isso, porque atiçou minha curiosidade de um jeito que vocês nem imaginam. Bom, o Ben faz um curso para conseguir um novo emprego. E aí entra o Trevor, um jovem sarcástico que sofre de distrofia muscular  e vive uma rotina monótona. Como convivi durante vários anos com cuidadores aqui em casa, eu já sábia que de alguma forma eles iriam se envolver, um iria fazer parte da vida do outro e consequentemente um iria ajudar o outro, é quase impossível conviver com uma pessoa e não querer ver uma mudança. O ponto alto do filme é uma road trip em que os dois fazem e acabam conhecendo Dorothy, uma moça que está indo para Denver recomeçar a vida e Peaches, uma grávida que está indo para a casa da mãe e precisa de uma ajuda para chegar ate lá. Ou seja, eram apenas duas histórias interligadas e logo se tornam quatro. Podemos ver o quanto se importar pode fazer a diferença <3

Full Out

Sinopse: Depois que um acidente grave acaba com seu sonho olímpico, a ginasta Ariana Berlin encontra esperança no mundo do hip hop.

História verídica, eu também me assustei quando me dei conta disso. O filme conta a história da ginasta Ariana Berlin que sofreu um acidente em 2001 e com uma haste de metal na sua perna teve que dar adeus ao seu sonho de ir para as olimpíadas. No filme mostra a parte da recuperação da Ariana, como ela encontrou uma novo começo no hip hop e o que isso fez na sua vida. Como ela superou os medos e só no final do filme que eu fui descobri que a própria Ariana fez parte do elenco do filme. Hoje ela também é atriz e já fez participações em Shake It Up e NCIS. É uma lição, quando um sonho se desfaz temos o medo de sonhar novamente ou de que nunca iremos ser felizes de novo. Ariana vivia para algo e encontrou a sua felicidade vivendo outro sonho que ela nunca imaginou. Me emocionei mesmo. Além de ter muita dança, algo que eu amo. Tem ginástica que é uma das modalidades que eu acompanho nas olimpíadas e tem essa lição linda. Ah, quando o filme acabou eu fui pesquisar sobre a Ariana e achei a apresentação dela que é retratada no final do filme, lá em 2009, realizando o sonho de se apresentar pela UCLA <3

Já Estou Com Saudades

SinopseJess (Drew Barrymore) e Milly (Toni Collette) são melhores amigas desde a infância. Enquanto Milly se casou, teve dois filhos e construiu uma carreira de sucesso, Jess decidiu levar uma vida pacata ao lado do marido Jago (Paddy Considine). Após se submeter a um tratamento, Jess enfim consegue engravidar. Mas a notícia vem justamente quando Milly descobre ter câncer de mama e precisa passar por quimioterapia, o que necessitará do apoio não apenas da amiga, mas de toda a família.

Até inaugurei um rio novo aqui em casa, o rio de lágrimas. Eu aprendi a lidar com filmes românticos, filmes de cachorros, mas filme de amizade é algo que me quebra ao meio. Amigos são verdadeiros presentes de Deus nas nossas vidas. Algo que palavras me faltam para expressar. Na verdade, acho que esse filme me emocionou tanto por conseguir enxergar na amizade da Jess e da Milly uma amizade que eu tenho. Aquela pessoa que te aceita do jeito que é, que está ali para você nas horas boas e ruins, que fazem tudo juntas, que apesar de serem diferentes sempre precisam uma da outra. Ver o sacrifício de ambas por essa amizade. Ai, se eu continuar escrevendo eu vou encher de spoiler. Mas é a coisa mais linda que vi nesses últimos dias, vale muito a pena. Eu costumo sempre me expressar para as pessoas que amo, e assim que o filme acabou eu mandei uma mensagem para essa minha amiga. Finalizei dizendo que estava com saudades, o que é uma super verdade, já que amizades igual a minha com ela e igual a da Jess e da Milly, a gente não encontra em qualquer esquina. São únicas <3 E eu já to chorando de novo, aí aí, assistam gente, é tudo o que eu tenho pra dizer <3

Eu espero que vocês tenham gostado das indicações de hoje. E se tiverem algum filme para me indicar, deixa aqui nos comentários.

Um super beijo e fiquem com Deus <3

10 vezes Selena Gomez

23 de jun de 2016

No ano passado cantei a pedra com a Lari, 2016 seria da Selena Gomez, não é porque admiro o trabalho dela ou coisa do tipo, é porque ela estava investindo em um CD , trabalhos maravilhosos e no seu visual.

Acompanho a carreira da Selena desde o início, mesmo com a certa antipatia que eu tinha por uma bobagem infinita. Ela sempre usou roupas bonitas, mas ultimamente ela anda se superando em todos os sentidos. Já faz um tempão que eu queria fazer uma evolução do estilo dela, mas enquanto esse post não saí, eu escolhi os 10 melhores looks que ela usou nesse ano. Sim, só nesse ano. Ela mudou o cabelo e investiu em cada composição linda, uma melhor do que a outra.

Ela usou esse primeiro em Paris, em uma temporada naquela cidade maravilhosa, Selena apostou em diversas composições maravilhosas. Inclusive essa e o segundo é na BBC em Londres ela optou por esse look lindíssimo. Mas o que amei mesmo foi o modelo do sapato, estilo boneca, amo <3
Na passagem da sua turnê em Las Vegas, Selena apostou em um slip dress prata e para combinar uma sandália bem fofinha, o que me parece são plumas e deixou o look maravilhoso. E ainda falando sobre a sua passagem em Paris nesse ano, o combo de moletom mais salto alto deixou um lado despojado e sofisticado ao mesmo tempo. 
A Selena estrelou a nova campanha da Louis Vuitton e várias vezes ela desfila com alguma peça maravilhosa da marca, como esse sobretudo que ela também usou em Londres, combinando com uma calça de cintura alta e uma blusa vermelha. Um dos meus preferidos. Outra coisa que está bem visível, é que ela passou a investir no vermelho. Calças, blusas, vestidos maravilhosos. E esse look com a calça vermelha em destaque ficou maravilhoso <3
No hemisfério norte na época do frio, Selena se jogou no sobretudo. Dois looks maravilhosos com dois modelos diferentes. O primeiro um tom mais neutro, seguindo bem a cartela de cor que havia escolhido para o dia. Já no outro, um evento e um modelo amarelo, dando um super destaque e deixando o look ainda mais bonito. Maravilhosa, né?
E brilho, muito brilho!!! Só para combinar com o brilho que ela já tem. No início do ano, pra ser mais exata, no Emmy Awards ela escolheu esse vestido azul maravilhoso da Calvin Klein, parece que foi feito pra ela mesmo, Selena foi uma das mais bem vestidas naquele dia em várias reportagens. E para finalizar, esse vermelho curtinho que ela usou em Nova York não faz muito tempo, uma fenda, mangas compridas e muito glamour.

São apenas 10 looks de milhares que ela anda desfilando por aí. Todo mundo pode concordar, a personal stylist dela anda acertando em cheio. E a Selena também <3

Gostaram? Qual foi o preferido de vocês? Podem me contar!

Um super beijo e fiquem com Deus <3

cinco blogs que amo acessar

22 de jun de 2016

Já faz um tempão que eu quero fazer esse post e compartilhar com você quais são os blogs que me inspiram e que eu amo acessar. Tipo, é todo dia eu corro pra ver o que tem de novo além de acompanhar todas as blogueiras pelo snapchat e outras redes sociais, torcer pelo sucesso, comemorar junto. Olha só quem são elas <3
O Fashionismo é comandado pela Thereza Chammas, é o blog dela foi essencial na hora de criar a identidade do meu blog. Sempre me falaram que para ser blogueira tem que ser youtuber e para ser blogueira de moda sempre tem que postar o seu look do dia. Bom, o Fashionismo é o meu blog de moda favorito. A Thereza não posta look do dia, mas faz cada post lindo de look das famosas. Ela está sempre ligada em tudo o que elas usam, principalmente as Kardashians. Além disso, ela faz cobertura de vários desfiles lindos, premiações, radar, dicas de produtos e decoração. É completo <3
O blog da Julia Faria foi onde eu realmente comecei a acompanhar ela. Me lembro de ter visto a indicação e ter me apaixonado pelos textos e pelas indicações de filmes. Ela escreve cada texto lindo e com diversos assuntos, além disso, com as suas viagens sempre saí posts de museus ( coisa que amo visitar), dicas de restaurantes, praias e look do dia, é claro. Ultimamente ela não tem atualizado diariamente devido a rotina dela para a gravação de Haja Coração, mas no Snapchat sempre podemos contar com a presença dela <3
O Chata de Galocha é comandado pela Lu Ferreira, lembro direitinho quando eu acessei pela primeira vez, lá em 2010. Me encantei ao descobrir que a Lu era de Belo Horizonte também. Passei a acompanhar fielmente, os looks, as viagens, as dicas e logo depois os vídeos, os detalhes do último casamento dela que foi a coisa mais linda que já vi. Sem contar que me emocionei com todos os textos durante a gravidez dela, e os vídeos. Ai, a Lu arrasa <3
O blog  da Karol Pinheiro é fofo que nem ela. Lembro bem de quando ela trabalhava na capricho, o primeiro tutorial que copiei do Youtube foi dela, um olho preto, parece que foi ontem. Depois disso comecei a acompanhar o blog dela, com todos os looks do dia fofos, um mais lindo do que o outro. Os textos, os vídeos e todas as dicas dela. Sem contar, que agora que ela lançou um livro, não vejo a hora da turnê realmente passar por aqui e eu conhecer ela <3
O Um Ano Sem Zara é comandado pela Jojo. Eu pesquisei sobre dicas de economia e encontrei o UASZ, a Jojo era super consumista e um dia, com os cartões no vermelho, ela decidiu ficar um ano sem comprar nada e reaproveitar todo o seu guarda-roupa. Ela criou vários looks lindos e mostrou que repetir peça não é problema nenhum! E agora morando nos EUA, a Jojo compartilha várias dicas de roadtrip, lugares legais na califórnia, dicas de combinações e como dar um up nos looks. Vale muito a pena conferir <3

Vocês costumam acessar algum desses blogs também? Qual é o preferido de vocês? Eu não consigo dizer um que eu goste mais #assumo.

Um super beijo e fiquem com Deus <3

Maratona Netflix #2

21 de jun de 2016

Adivinhem quem já está melhor amiga do Netflix? Yeaaaah, euzinha!
Depois de muito perder a cabeça, consegui dedicar alguns dias para descobrir novos filmes, seguir as indicações que deixaram no último post e fazer uma maratona novamente. Só que eu não sei se vocês já perceberam, mas eu só gosto de compartilhar três filmes por post  pra conseguir entrar em detalhes, explicar, e esses pequenos detalhes. Vocês sabem, amo detalhes! Então, eu vou tentar liberar um post por semana ou um a cada quinze dias para não ficar muito cansativo, ok? E vamos as indicações de hoje. Já adianto, é romance purinho <3

Três Vezes Amor

SinopseManhattan. Will Hayes (Ryan Reynolds) é o pai solteiro de Maya (Abigail Breslin), uma garota de 10 anos que sempre quis saber como ele e sua mãe se conheceram. Um dia, após muita insistência dela, Will conta que teve um relacionamento com três mulheres, Summer (Rachel Weisz), Emily (Elizabeth Banks) e April (Isla Fisher), e que uma delas é sua mãe. Decidida a fazer com que seus pais voltem a viver juntos, Maya passa a incentivar o pai a encontrar suas antigas namoradas. O problema é que todos os relacionamentos terminaram de forma abrupta, com traumas para ambos os lados.

Quando você assiste determinado filme no Netflix, acaba aparecendo títulos semelhantes ao que você viu. E foi assim que encontrei Três Vezes Amor. Me interessei porque tinha Ryan Reynolds e Isla Fisher no elenco e a sinopse em si já me despertou uma vontade muito grande de ver a história. É engraçado porque a Maya é uma criança e em determinados momentos ela aconselha o pai, se irrita, se interessa, se emociona e todas essas reações dela acabam tornando o filme interessante e a sua atenção fica presa ali, principalmente pelo fato de que você quer saber quais das três mulheres é a mãe da Maya e o que aconteceu com todos os outros relacionamentos. É uma história muito fofa, gente, eu me emocionei de verdade em uma cena em questão. Se você assistiu ou vai assistir, com certeza também vai se emocionar.

One Small Hitch

Sinopse: Josh (Shane McRae) e Molly (Aubrey Dollar) são amigos de infância, e num voo de volta para Chicago eles concordam em fingir um noivado para agradar o pai de Josh, que esta morrendo. Mas as coisas saem rapidamente de controle quando suas famílias barulhentas se envolvem no relacionamento. E uma série de eventos faz com que eles tenham que agir como um casal de verdade e começar a planejar o casamento.

Esse filme também apareceu por acaso na tela inicial da minha conta e na mesma hora coloquei para assistir. Não conhecia nenhum dos atores, mas quando lia  sinopse já identifiquei aquele clichê romântico que eu amo. O final já sabemos mas no desenrolar da história é que se surpreende.. Eles decidem fingir o noivado porque era tudo o que o pai de Josh queria, e em partes a família de Molly sonhava em ver ela casada também. Tudo estava programado para durar apenas por uma semana. Até que as famílias decidem organizar todo o casamento e a confusão começa aí. Gente, é muito amorzinho, dá aquele nervoso de querer saber logo o que vai acontecer e como vai acontecer. Mas a história acaba se desenrolando tão detalhadamente, deixando bem claro que os protagonistas são totalmente diferentes um do outro ( O Josh é o típico garanhão que ninguém imagina casado e a Molly só quer viver um relacionamento em que alguém realmente se interesse por ela), o que torna tudo ainda mais interessante. Claro que eu chorei no final, mas já quero ver e rever várias e várias vezes. Sou dessas que quando gosto de um filme fico vendo até decorar todas as falas.

Como Não Esquecer Essa Garota

Sinopse: Gus (Zachary Levi) é um vendedor de joias que adora astronomia. Um dia, ele conhece Molly (Alexis Bledel), uma encantadora garçonete solitária e não muito sortuda. Mas tem algo que atrapalha o relacionamento dos dois: Gus sofreu um aneurisma cerebral e sofre de perda de memória recente. Quando dorme, ele esquece tudo que aconteceu antes. A cada dia, ele se apaixona novamente por Molly e vai lutar para ficar com ela, apesar de hesitar em contar para ela sobre seu problema. Ao mesmo tempo, Molly ficará intrigada por aquele homem tão perfeito, porém distraído, e terá que aprender a tomar sérias decisões sobre sua vida.

Admito, quando vi a sinopse desse filme em um blog, a primeira coisa que eu pensei era que deveria ser a mesma coisa que " Como Se Fosse a Primeira Vez", só que com os papéis invertidos. Na verdade é muito parecido, em alguns pontos. Primeiro porque não fica só focado no relacionamento deles, foca muito na vida pessoal de cada um, em como o Gus tem que se adaptar a cada novo dia e no quanto a Molly quer colocar uma direção na vida dela. E ao mesmo tempo, sem saber da situação de Gus, Molly quer muito que esse relacionamento dê certo e Gus sabendo que vai esquecer dela no dia seguinte, quer de todas as maneiras se lembrar de tudo o que aconteceu entre eles. É tão fofo como tudo acontece, apesar de que em determinado momento eu fiquei bem nervosa com medo do desenrolar da história, de não ser aquilo que eu esperava. Mas, dá tudo certo, fica tudo lindo e o filme entra para a lista de favoritos.

Engraçado é que assisti dois filmes que a protagonista se chama Molly, me apaixonei pelos dois e corre o grande risco do próximo bichinho de pelúcia se chamar Molly também. Sou dessas também. 

E agora eu quero saber, vocês já assistiram ou querem assistir algum desses filmes? Me contem o que acharam e se tiverem indicações de filme nesse estilo, podem me contar.

Um super beijo e fiquem com Deus <3

15 de junho

15 de jun de 2016


O que seria da vida se não fosse a própria dádiva de viver? De acordar mais uma dia, de amar e ser amado, de sorrir e fazer alguém sorrir, de sonhar e ver pessoas sonhando com você. O dia 15 de junho poderia ser só mais um dia, como todos os outros, mas não é. 

Não foi um acaso, não foi um erro, não foi um acidente. Foi o dia que Deus escolheu para me dar vida. Poderia ter sido qualquer outro dia, mas Ele escolheu o dia 15 de junho, em meio a outros 365. Ele já havia preparado tudo. Ele já havia escrito cada um dos meus dias. Ele já sabia que eu chegaria até aqui. E não há palavras pra descrever a alegria que invade e cerca meu coração ao pensar nisso, escrever sobre isso e me recordar disso todos os dias da minha vida.

Hoje eu acordei com um sorriso estampado, com os olhos mareados e o coração explodindo de gratidão. Eu não pensei se todas as minhas amigas já haviam escrito um texto com uma foto linda. Não pensei se o meu facebook estava recheado de felicitações ou se minha mãe estava preparando meu almoço favorito. Eu só pensei que eu havia aberto os meus olhos em um dia que acrescenta mais um número na minha idade. E que esse dia poderia ser tão especial quanto todos os outros. 

Sinceramente, planejei minha vida aos 21 anos bem diferente do que encontro agora que cheguei aqui. Estou muito mais para uma eterna menina do que uma mulher. Ainda prefiro romance do que filmes de comédia. Troco baladas por uma maratona de séries recheada de guloseimas e pipoca com refrigerante. Já não me preocupo com amanhã, com depois de amanhã, com a próxima semana. Hoje eu não tenho pressa, só me apresso para aproveitar as pequenas coisas da vida. Os balanços do parque, o carrinho do sorvete, o moço do Algodão Doce, o abraço apertado das minhas primas, o colo da minha avó. Não deixo passar a oportunidade de dizer o quanto gosto de alguém. 

Descubro nessas pequenas alegrias que a vida proporciona motivos suficientes para agradecer todos os dias. Para viver todos os dias da melhor maneira possível. E acreditar que mesmo que as coisas não sejam do jeito que a gente quer, mesmo que a vida não esteja do jeito que eu quero, tudo faz parte de um propósito, de um plano e de um sonho maior do que podemos imaginar. E hoje eu só agradeço por tudo o que tenho, por tudo o que sou, por tudo o que eu ainda vou ser. Agradeço por todo o cuidado que o meu Paizinho tem comigo, porque só nEle eu encontrei luz para os becos do meu coração e paz para continuar.

Estou mais perto dos 30 do que dos 20. Estou mais perto de mim do que dos outros. Me alegro neste dia antes de qualquer um, para que todos os outros possam chegar e se alegrar junto comigo. Se eu não aproveitar hoje, ninguém vai fazer isso por mim. Desde pequena sempre vi aniversário como algo mágico. Uma mesa de guloseimas, balões coloridos, presentes e sorrisos. Hoje, o aniversário continua sendo um dia mágico, continua sendo o meu dia preferido, continua sendo um novo capítulo dessa vida linda que Autor da vida escreveu pra mim.

O que eu espero dos 21 é chegar nos 22 assim, com mais sentimentos bons do que ruins, é rodeada dessas pessoas maravilhosas que caminham comigo, é abrir espaço para que mais pessoas possam chegar. É sorrir em todo tempo, chorar de felicidade e me orgulhar de quem eu fui e de quem me tornei.

A maior certeza que tenho hoje é que Deus sabe de todas as coisas e é nEle que deposito toda a minha vida, toda a minha esperança, todo o meu coração. Então, feliz seja o meu dia, feliz seja o dia em que Ele escolheu pra mim. Que vocês sejam tão felizes quanto eu neste dia e todos os outros. Que a gente espalhe amor por aí, porque o mundo está precisando. E que a gente viva todos os dias como se fosse um eterno aniversário, com todas as coisas boas que esse dia trás.

E 15 de Junho, você sempre vai ser o meu dia preferido. Antes de qualquer outro. O melhor presente que eu recebi, a vida <3

As séries que marcaram minha "infância"

11 de jun de 2016

Toda a minha vida eu sempre amei assistir série. E lá na minha infância, aliás, na pré-adolescência, eu já tinha aquelas favoritas que eu detestava perder um capítulo. Não sei vocês, mas na minha época tinha o Zapping Zone na Disney, que era um programa bem divertido e que passava três séries diariamente. Quando eu comecei a assistir, era Lizzie McGuire, Zack e Cody e As Visões da Raven. A medida que as séries iam acabando, colocavam outras no lugar e me enchiam de alegria. Como estou em um clima de nostalgia devido ao meu aniversário na próxima quarta-feira, resolvi separar as minhas séries favoritas daquela época e contar pra vocês quais são elas <3

Hannah Montana: Foi a primeira série que eu acompanhei do início ao fim, eu lembro que ela passava bem na hora da novela das seis e repetia as 23:00. Eu sempre assistia as 23:00. Mas acompanhei as quatro temporadas, repetindo todos os bordões, cantando todas as músicas e sempre que começava uma temporada nova o meu coração já doía com medo de ser a última. Amava todo aquele enredo de uma que vivia o melhor dos dois mundos. Era normal e uma popstar ao mesmo tempo. Sem contar que era lindo ver o relacionamento da Miley com o pai dela. Eram as minhas cenas favoritas <3

JONAS: Meus babys! Não sei se já contei pra vocês, mas eu já fiz algumas loucurinhas por conta desses três. Eu era fã mesmo. Quando eles fizeram um show aqui em BH, eu fui de madrugada para a fila, desmaiei, fui para a porta do hotel em que eles estavam. Essas coisas! A série era bem engraçada, tinha o seu lado "fictício" mas mostrava sobre a vida de três irmãos que tem uma banda. Além deles, o Frankie apareceu em alguns episódios e essa série rendeu o CD Jonas LA, com a trilha sonora da segunda temporada. Sem dúvidas, meu cd favorito deles! E ainda tinha a Macy que era a super fã deles e apaixonada pelo Nick e a Stela que era amiga dos quatro.

Como eu já era fã deles antes da série começar, não perdi um episódio. E ainda achei um site que tem todos os episódios disponíveis. Com toda certeza vou ver novamente. E antes que vocês me perguntem, Joe era o meu crush <3

As Visões da Raven: "Se você quer ver o futuro, acha que assim vai ser melhor ( vai ser melhor) só que nada é tão seguro..." Lembro bem do dia que falei com a minha amiga que eu queria ver o futuro igual a Raven... crianças, sabem como é! Foi a primeira série que eu decorei toda a música da abertura. Eu cantava na escola, na hora da série, na hora que juntava com as amigas em qualquer lugar. Eu amava as situações em que a Raven se metia, ainda mais com todo o humor envolvido <3

Eu, a patroa e as crianças: " Eeeeeeeh Não", " Ei, Pessoinhas!" e tantos outros bordões que essa série deu pra minha vida. Era a reunião diária com os meus irmãos e primos. Largava o caderno de lado e corríamos para frente da TV. E TV aberta repete muito os episódios, muito mesmo, mas isso nunca importou, a gente assistia mesmo assim! E eu amo essa série até hoje, não faz muito tempo desde que eu e meu irmão assistimos todos os episódios novamente. Essas séries que misturam comédia e convívio familiar, sem dúvidas, são as minhas preferidas <3
Os Feiticeiros de Waverly Place: Confesso que no início eu tinha uma certa birra da Selena ( como o mundo dá voltas, hoje em dia acompanho mais ela do que todos os outros). Mas depois de tanto assistir a série com as minhas amigas, acabei criando um amorzinho. Principalmente depois do filme, consegui até chorar com toda aquela declaração da Alex para o Justin. Porque no final de tudo, apesar das diferenças e das implicâncias, eles estão unidos <3 E sem contar, que tem uma boa dose de humor. Bom, eu me divirto em boa parte das cenas.

Eu também amava Zack e Cody e me divertia horrores com os gêmeos e todas as situações que a série abordava. Mas não era algo igual as cinco que citei aqui hoje. Aí, confesso que criar esse post me deu uma vontade enorme de assistir tudo novamente. Acho que vou iniciar uma nova maratona nas férias ;)

Vocês também acompanhavam essas séries? Qual era a preferida? Podem me contar!
Um super beijo e fiquem com Deus <3