#PorAi 2 : London Fashion Week

29 de set de 2016

 Como a semana de moda de Londres passou bem rápido - pelo menos pra mim. Decidi juntar os looks e os desfiles favoritos em um só post. Aí fica tudo em um clima britânico, vamos aproveitar e tomar um chá das cinco juntas? (piadinha, não resisti, mas me chama pra tomar café que eu vou! haha)

Sobre os desfiles, não teve muita coisa que encantou meus olhos. Apenas dois conseguiram conquistar meu coração mesmo:
 Erdem: Misturou essa modelagem estilo sereia, comprimento midi, babado e mangas bufantes. Achei bem lindo. Eu teria coragem de usar o primeiro vestido, ainda amei a estampa dele. Agora, os outros é só pra admirar mesmo <3
Burberry : A Marca aderiu ao " See now buy now", o desfile acabou e já estava disponível nos sites e na flagship em Londres. Amei as composições que foram desfiladas e a peça desejo é a saia florida e a jaquetinha estilo paquita da Xuxa! Além disso, as estampas estão lindas, as botas e as bolsas também. Uma coleção linda, sem dúvidas <3

E ainda falando sobre a Burberry e indo para a parte do look das famosas. Se nas passarelas tinha peças lindas sendo desfiladas, a plateia não deixou a desejar.
Felicity Jones, apostou nesse vestido branco bem delicado e algumas transparências, achei lindo. A minha atriz favorita no momento, Jenna Coleman apostou em uma flare vinho e um trench coat, achei super elegante. Ella Purnell, já estava com uma peça que foi desfilada, a saia de estampa floral que eu me apaixonei! Amei a combinação com o preto e o vinho que ela fez. E a Lily James, uma diva como sempre! A estampa do vestido é linda <3
Das it girls que marcaram presença na London Fashion Week, uma das que mais chamaram a minha atenção foi a Olivia Palermo. Em determinadas combinação que ela faz, eu acho bem exagerado, sei lá, não me agrada. Mas, entre desfiles e eventos nessa temporada, ela usou looks lindíssimos, jaqueta P&B, fenda, bordados e esse último look todo social com um sapato que parece um tênis, amei! 
E a Vic Ceridono, acho ela uma fofa e com uma super facilidade de combinar todas as roupas e todos os tons e ainda assim ser muito elegante. Todos os looks ficaram lindos, inclusive a jaqueta de oncinha, é aquele tipo de peça que eu queria no meu guarda-roupa sem pensar duas vezes! E a saia plisada prata, sem dúvidas, foi meu look favorito <3

E aí, gostaram do resumo? Qual foi o desfile ou a it girl favorita de vocês? 

Um super beijo e fiquem com Deus <3

Dá o play: Victoria.

27 de set de 2016

Eu sou uma pessoa muito impulsiva, sabe? Quando eu vejo algo e me apaixono, eu corro e conto para todo mundo. This is real, this is me.

Não me lembro de ter mencionado aqui, mas eu sou apaixonada por história. Até cogitei fazer a faculdade e me tornar uma professora um dia. De todas as áreas que é possível estudar nessa matéria, sempre amei a parte em que falava das monarquias, seja ela brasileira, francesa ou britânica. E, só para aumentar meu atestado de loucura, me apaixonei pela família real britânica. Assisto filmes, séries e até faltei de aula só para ver o casamento do Príncipe Willian com a Kate Middleton.

E se tem uma parte especial de toda essa história, sem dúvidas, é a Era Vitoriana. A forma como a Rainha Victoria governou o país e as mudanças que ocorreram durante este governo foi muito incrível. E querem uma boa noticia? Transformaram essa história em uma minissérie incrível. Nem preciso dizer, estou apaixonada.
Caso não conheçam a história, deixe-me explicar um pouco para vocês. O Rei Guilherme IV era seu tio, entretanto, ele não tinha nenhum herdeiro. A coroa passou para Victoria, quando ela tinha apenas 18 anos de idade. Ela viveu uma grande parte da sua vida sendo preparada para isso.

A minissérie começa com a morte do Rei Guilherme IV e a forma como a jovem aceitou o desafio de ser rainha. O que mais me impressionou, é que trouxeram uma personalidade muito forte para ela. Ela era jovem, ela não tinha muita experiência, mas o país ia ser governado do jeito que ela achasse melhor.
A história da Rainha Victoria é descrita minuciosamente. O relacionamento dela com sua mãe, que não era um dos melhores. A forma como ela detestava o Sir John Conroy, que era o conselheiro de sua mãe e muito ambicioso, queria de todo jeito controlar as ações dela. Inexperiente, Victoria chama o Lorde Melbourne, que na época era primeiro ministro e se tornou seu conselheiro direto. O parlamento atual era contra a permanência da rainha no poder, claro, sempre tem que ter alguém contra, e a série mostra como Melbourne a defendia, seguia suas ordens e quando possível, a dizia o que era bom ser feito. Essa relação é muito abordada na série, dá até indícios ( na verdade, ela chega a se declarar) de que a Rainha se apaixonou pelo Lorde, mas relatos históricos afirmam que a relação dos dois era como de pai e filha.

Assumo, no início da minissérie eu queria muito que eles ficassem juntos, de tão intenso que foi desenvolvido. Mas, isso durou até chegar a história de que ela precisava se casar. Apesar de ser contra sua vontade e por muitas vezes dizer que iria governar sozinha, Albert chega e muda tudo.
Tão Fofinhos <3
Dizem que em meio há tantos casamentos arranjados, o primeiro matrimônio que se realizou com muito amor foi o de Albert e Victoria. Apesar disso, a minissérie também mostra o quanto Victoria se esforçou ( nem tanto, porque a personalidade de Albert é bem encantadora) para olhar o rapaz com outros olhos e se casar. 

A tradição de se casar em um vestido branco começou com a Rainha Victoria, que escolheu um vestido lindo e branco para o dia da sua união. Além disso, ela também quebrou a tradição de que a realeza se casa durante a noite, escolheu celebrar durante o dia e depois uma pequena reunião. Virei fã dela, por impor sua opinião desse jeito. E, afinal de contas, quem é que seria doido de ir contra, não é mesmo?

São apenas oito episódios e até agora apenas seis foram liberados. Torço muito para que abordem mais uma boa parte de tudo o que ela fez pela Inglaterra junto com o seu esposo. E como o Reino Unido se tornou uma potência industrial, cientifica e militar sob o seu comando. 

A Rainha Victoria é interpretada pela Jenna Coleman, bem fofa, não é? Recentemente, ela também interpretou Katrina Clark em Como Eu Era Antes de VocêAlbert é interpretado por Tom Hughes ( há rumores de que os dois estão juntos, já amo <3) e Lorde Melbourne é interpretado por Rufus Sewell. Posso afirmar para vocês que é um drama, uma história real e algo lindo de se ver, muito bem preparado e muito bem abordado. Se você ama a história da Rainha Victoria ou se não sabe quem ela é mas ama uma boa minissérie, tenho certeza que vai se apaixonar.

Um super beijo e fiquem com Deus <3

New York Fashion Week - SS17

26 de set de 2016

Oi gente, 
Uma blogueira muito legal, uma vez disse que era feio pedir desculpas aos seus leitores. Mas, eu realmente vou precisar fazer isso. Tive alguns contratempos nessa semana e não consegui liberar os posts que havia programado. Por isso, o post da NYFW está saindo super atrasado assim. Eu não iria ficar em paz se não falasse desses desfiles lindos com vocês. Se Deus quiser, essa semana vou conseguir liberar um post novo todos os dias, tenho muito o que falar ainda!

Vamos deixar minhas desculpas de lado e falar dessa temporada linda em Nova York. Além dos looks que era possível ver do lado de fora das passarelas, os estilistas apostaram em coleções lindas. Como vocês sabem, não são todos os que nos agradam, não é mesmo? Então, escolhi os meus preferidos.

Zac Posen: Eu sempre espero ansiosamente por esse desfile. Sempre amei os vestidos que o Zac criava, um mais lindo do que o outro. Nessa temporada, ele apostou nas gladiadoras. Durante todo o desfile era possível ver várias delas, até acompanhando a estampa do próprio vestido. Além disso, as pelas fora algo bem lady like, cintura definida, vestidos estruturados estampas incríveis.

Oscar de la Renta: Outro desfile que sempre podemos esperar coisas incríveis. Nessa temporada teve muita renda,babados ( que já está sendo tendência!) e saias plisadas. Peças incríveis, dá vontade de sair comprando tudo. Os vestidos estão, é de deixar a gente de queixo caído! <3
Rebecca Minkoff: Foi a primeira vez que vi um desfile da Rebeca Minkoff com tanta atenção. No instagram das blogueiras que estavam lá, tiveram vários teasers do desfile e eu me apaixonei por cada peça que estava vendo. Quando acessei as fotos, muita aplicação, couro, veludo, mangas bufantes, botinhas coloridas que tanto amamos, casacos lindos e super estilosos e estampas para todos os gostos. A paleta de cores foi mais fria, entretanto, foi o meu desfile preferido. Ah, se eu tivesse dinheiro, ia comprar tudo!

Esses foram os meus desfiles favoritos! Qual foi o de vocês?

Um super beijo e fiquem com Deus <3

As Minhas Trilhas Sonoras Favoritas - #4

21 de set de 2016

Eu preciso confessar, os posts de trilhas sonoras tem se tornado os meus favoritos. Foi tão amorzinho o nosso último post com trilha sonora romântica, eu estava inspirada após ouvir por um milhão de vezes a trilha sonora de Como Eu Era Antes de Você.

E dessa vez, estou sendo inspirada pela trilha sonora da Disney! Siiiiiiim! Culpem ela por esse post. Recentemente, assisti Uma Aventura de Baba e a trilha sonora é aquela música com uma batida legal, uma letra fácil e esse trem ficou tocando na minha cabeça dias e dias hahaha. Por isso, as trilhas sonoras de hoje são as músicas mais chicletes da Disney, ficou na minha cabeça e já era. Dá uma olhada.


Wildside - Uma Aventura de Babas:  Se a culpada são elas, não custa nada ser a primeira música dessa playlist! Esse filme é bem recente na Disney e sei que não é todo mundo que viu ainda. Mas, vai por mim, a Disney sempre cria uma história que de um jeito ou de outro todo mundo ama.


Set It Off - Descendentes : Dizem por aí que o público de Descendentes chegou até a ultrapassar o de High School Musical. Eu não posso fazer tal comparação, mas o filme é super legal, tem músicas bem fofinhas e amo os figurinos, assumo! haha. É a última música do filme, mas amo a coreografia e o ritmo.


Gotta Be Me - Teen Beach Movie 2: Passei a acompanhar esse filme por conta da minha irmã mais nova, ela era fã. Os dois filmes tem músicas bem legais, mas Gotta Be Me é chiclete! Assim que eu terminei de ver o filme, já procurei para colocar na playlist do celular. E como sempre, a coreografia também é bem divertida, mas já passei da época de ficar olhando coreografia e aprendendo sozinha em casa ( QUEM NUNCA???)


Você Quer Brincar Na Neve - Frozen : Ai gente, de verdade, é impossível ver esse filme e não se encantar com essa música. Com 21 anos de idade, eu posso dizer que é uma das minhas cenas favoritas do filme, apesar da letra da música retratar algo triste, ainda acho fofinha ( quase choro também! haha)

Amigo Estou Aqui - Toy Story : Uma das minhas animações favoritas, sem dúvidas, impossível não amar esse filme! Música boa para colocar de legenda para as amigas <3


What We Came Here For - Camp Rock 2 : Eu tentei aprender violão só para tocar o inicio dessa música, é uma das mais fofas. Todo o elenco reunido, as cenas que passam durante a música,  Demi e Joe cantando juntos. Aí, gente, tinha que estar aqui, né?


Start Of Something New - High School Musical : Eu não sei o que eu tenho com essa música, é a minha preferida de todos os três filmes. Se falar " start" comigo, eu completo cantando haha. Acho tão fofa a cena dessa música, ficou marcada na minha cabeça ao longo desses 10 anos. Inclusive, estou escrevendo e cantando a música ao mesmo tempo!

E aí, gostaram das músicas de hoje? Eu queria ter colocado mais músicas, mas sei que poderia ficar cansativo, se toparem, dá pra fazer uma segunda parte só falando da Disney, o que acham? 

Lembrando que, se quiserem ver os outros três posts, é só clicar em Trilhas Sonoras, está logo a sua direita! 

Um super beijo e fiquem com Deus <3

Favoritos: Emmy Awards

20 de set de 2016

Tem premiação, tem post de favoritos.
O Emmy Awards é uma das premiações que eu gostaria de ver ao vivo. The Voice, um dos meus programas favoritos ( não perco nenhuma edição), venceu na categoria de melhor programa de competição. E nesta edição, Game Of Thrones se consagrou a série mais premiada da história do Emmy. Nunca assisti essa série, mas sei que a história é ótima. 

Além de todas as premiações, o que me surpreendeu, mais uma vez, foi o look das famosas. Sempre tão incríveis! Dá uma olhada <3

 O que vi nessa edição foram vestidos simples com caimentos incríveis. Aquele vestido que parece ser básico, sem brilho, sem saia rodada, sem muita coisa. Entretanto, fica tão elegante que dá vontade de mandar pra costureira amiga e fazer um igual. O tecido do vestido da Emilia Clarke é bem brilhante, mas tem um babado bem simples e achei que ela ficou linda. Já a Tatiana Maslany, vencedora da categoria de melhor atriz em série dramática, optou por um vestido vermelho, tem aquele recorte detalhado bem simples e também ficou linda.
 Enquanto algumas não quiseram saber de brilho, Claire Danes e Sarah Paulson se jogaram. A Claire, quando olhei a primeira vez, me lembrei da Ravenna ( a Rainha Má de Branca de Neve e o Caçador). Mas, achei incrível o vestido, bem glamuroso. Já a Sarah, que ganhou o prêmio Atriz de Minissérie ou Filme pra TV, optou por um vestido com bastante bordado. Amei esse tom de verde que ela escolheu <3
 Se engana quem acha que ia ficar faltando os vestidos estilo princesa. Afinal, eu acompanho todas essas premiações só para ver esses vestidos e pensar o quanto eu ficaria linda com eles #sqn. A Yara Shahid, optou por um vestido sem nenhum decote, mas com uma leve transparência na saia. A mistura do branco com o dourado é incrível. Já a Felicity Huffman, optou por um vestido lindo, com uma leve transparência também. Estou amando esse modelo duas saias está em alta novamente.
E claro que eu também tenho que dizer quais são os dois looks que eu queria chamar de meu. Amei o vestido da Emily Robinson, ficou uma vibe meio 15 anos, os babados estão super em alta novamente e esse bordado bem delicado nas barras ficou muito fofo! E o vestido da Julia Louis, eu amei essa transparência com alguns detalhes. E o vestido é preto, né? Um vestido preto no guarda-roupa não faz mal a ninguém! Amei, os dois <3

E aí, quais foram os preferidos de vocês? Podem me contar <3

Um super beijo e fiquem com Deus <3

Em meio aos problemas.

15 de set de 2016



Esses últimos dias não tem sido tão fáceis quanto eu imaginei. Apareceram alguns problemas, algumas preocupações e até cheguei a ficar doente. Tem certos momentos, tanto na minha vida quanto na sua, que as circunstancias parecem ser maiores do que nossas forças.

Comecei a perceber que eu orava e não sentia mais aquele calor no meu coração. Era como se minha cabeça desesperadamente chamasse pela presença de Deus e o meu coração estava indiferente com tudo aquilo. O que pulsava o meu coração eram as preocupações com o que iria acontecer, o que eu iria fazer, o que é que estava acontecendo?

É, estava tudo errado.

Eu fiquei muito incomodada com essa situação e comecei a refazer os meus passos. Sabe, igual quando você perde algo na rua e começa a refazer todo o seu caminho. Eu sentia que tinha perdido aquela paz que eu sempre sinto quando estou perto de Deus e, isso é algo que de maneira nenhuma eu poderia deixar pra trás. 

Ao ler a passagem em que Jesus andava sobre o mar e Pedro pede ir até Ele: " Se és Tu, manda-me ir ao teu encontro por sobre as águas". " Venha", respondeu Ele. Pedro saiu do barco e começou a andar sobre as águas em direção a Jesus. Mas, ao olhar o vento forte, ele teve medo e começou a afundar. Se Pedro não tivesse olhado a circunstância, ele teria chegado até Jesus.

O que mais me confronta nessa passagem é ver que a circunstância levou Pedro a começar a afundar. Mas, além disso, Jesus veio até ele para estender a mão e o ajudar a voltar para o barco. Todos os dias temos a chance de nos achegarmos a Deus, a viver em meio a presença tão doce e a paz inexplicável que preenche os nossos corações. Mas em grande parte desses dias, preferimos fazer que nem Pedro, olhar as circunstâncias e nos afundar junto com ela.

Mais uma vez eu fui orar, com o coração mais tranquilo. Ao invés de pedir  para que acabasse com toda aquela circunstância em que eu me encontrava, eu pedi para deixar de olhar a circunstância e fixar os meus olhos nEle. O mundo pode estar caindo aos pedaços, os sonhos não estão se realizando, as forças estão se acabando, a situação não está boa. Mas eu vou continuar caminhando em direção a Jesus em meio ao mar turbulento. Da lista de coisas que eu preciso todos os dias, estar perto dEle é a minha prioridade, porque é ali que eu ganho forças para prosseguir.

Eu não sei qual é a situação que você se encontra. Entretanto, todos os dias pela manhã, Ele te chama pra caminhar. Escolha ir em direção a Jesus, escolha passar por cima das circunstâncias. A paz pra turbulência do seu coração, a calmaria pra enfrentar tudo, o que é necessário para resolver e continuar, você encontra nEle. Vá, porque é pelo caminho certo que você vai ser guiada. Pode acreditar, não tem nada melhor do que essa paz.






Um Senhor Estagiário - A Lenda de Tarzan - Uma Aventura de Babás

14 de set de 2016

Depois que o mês de Agosto acabou, decidi tentar criar um pouco de vergonha e começar a colocar as minhas séries em dia. No mês de Setembro, várias das séries que eu acompanham voltam com temporadas novas. Se eu não desse jeito, imagina só a bagunça que isso ia ficar depois ( é uma bagunça grande e muito feia, já arrisquei mil vez mas aprendi a lição).

Por isso, ainda não assisti muitos filmes. Estou revendo alguns antigos pra fazer um post especial e tentando conciliar com alguns que estão na minha lista. Enfim, chega de conversa, vamos falar um pouco dos filmes que assistir recentemente.

Um Senhor Estagiário


SinopseJules Ostin (Anne Hathaway) é a criadora de um bem-sucedido site de venda de roupas que, apesar de ter apenas 18 meses, já tem mais de duas centenas de funcionários. Ela leva uma vida bastante atarefada, devido às exigências do cargo e ao fato de gostar de manter contato com o público. Quando sua empresa inicia um projeto de contratar idosos como estagiários, em uma tentativa de colocá-los de volta à ativa, cabe a ela trabalhar com o viúvo Ben Whittaker (Robert De Niro). Aos 70 anos, Ben leva uma vida monótona e vê o estágio como uma oportunidade de se reinventar. Por mais que enfrente o inevitável choque de gerações, logo ele conquista os colegas de trabalho e se aproxima cada vez mais de Jules, que passa a vê-lo como um amigo.

Aquele tipo de filme bem amorzinho que a gente nem vê o tempo passar. Então, é esse.

A história se torna bem fofinha devido aos dois extremos que acontecem. A Jules precisa de um tempo para organizar as coisas por se dedicar muito a empresa. Já o Ben, quer preencher o tempo dele, até o momento em que começa a estagiar, ele é apenas um viúvo. Claro que, acontece todo aquele clichê dela não querer um senhor como estagiário, mas ele dá um jeitinho de conquista-la. E com isso, o filme acaba mostrando a forma como a Jules precisava do Ben na vida dela, de um jeito ou de outro.

Não dá pra entrar em muitos detalhes, mas a forma como tudo se encaixa e ocorre, sem correr muito com todas as situações. Além disso, o filme deixa lições bem lindas, rendeu até um post que logo vocês vão poder conferir aqui. 

Ah, não posso deixar de mencionar, por comandar um site de moda, a Jules usa cada look lindo. Comentei até com a Tai o quanto eu queria o blazer rosa da Yves Saint Laurent pra mim. 

A Lenda do Tarzan

SinopseReleitura da clássica lenda de Tarzan, na qual um pequeno garoto órfão é criado na selva, e mais tarde tenta se adaptar à vida entre os humanos. Na década de 30, Tarzan, aclimatado à vida em Londres em conjunto com sua esposa Jane, é chamado para retornar à selva onde passou a maior parte da sua vida onde servirá como um emissário do Parlamento Britânico.

Assumo, eu não estava dando a mínima pra assistir esse filme. Era só mais um que tinha lançado. Eu li algumas críticas ruins e isso acabou me desanimando um pouco. Mas, minha mãe estava louca pra ver, todos os dias ela falava o quanto queria assistir. Resolvi dar uma chance, junto com ela. O filme não é bom, é incrível.

A única releitura de Tarzan que eu estava acostumada era George, o rei da floresta. Então, eu estava esperando a mesma história de sempre. Fui surpreendida ao ver como o filme abordou a vida dele após a selva. Já no inicio, ele é um lorde e mora em uma casa incrível com a Jane ( tenho que citar a casa porque achei linda). Depois de muito pensar, ele aceita retornar a selva. Bom, vocês sabem, a parte boa da história começa ali.

O que ele não sabe é que um grupo do governo foi até a selva para capturar um diamante, mas os nativos daquela região concordaram em entregar, mas em troca queriam o Tarzan para se vingar de alguns assuntos do passado. Como não conseguem captura-lo, resolvem sequestrar a Jane para que ele vá atrás da amada. Muito bem pensado, conhecendo a selva como a palma da sua mão, ele faz de tudo para chegar até Jane.

As cenas do filme são intensas e bem marcantes, ver o Tarzan voltando a selva e revendo todos aqueles animais que ele cresceu junto. A forma como eles se relacionam, de início já temos ele com um leão. Foi uma cena tão linda e tão bem pensada. Fora as lutas, é como se você estivesse dentro do filme junto com eles. Sendo bem sincera, fiquei tão envolvida com o filme que nem vi a hora passar. 

Além da Margot Robbie e do Alexander Skarsgard interpretando Tarzan e Jane, temos Samuel L Jackson como George Washington, que cruza a selva com o Tarzan para salvar a Jane. Sem dúvidas, vale muito a pena assistir.

Uma Aventura de Babás

SinopseJenny (Sabrina Carpenter) e Lola (Sofia Carson) são duas amigas adolescentes que trabalham como babás. Quando uma das crianças foge, as duas embarcarão em uma grande aventura na cidade grande para resgatá-la.

Assumo que depois que acabou a famosa Old Disney ( quando Jonas, Miley e Demi saíram de cena), eu tinha até perdido um pouco de fé nos filmes que poderiam ser lançado. Assisti um e outro, mas Teen Beach Movie e Descendentes entraram para a lista de favoritos. Um dia, assistindo um filme com as minhas primas mais novas, vi a propaganda e a música da trilha sonora ficou na minha cabeça.

Quando apareceu a oportunidade de ver, apertei o play. O filme é um reboot de Uma Noite de Aventuras, lançado em 1987. Ele conta a história de Jenny, uma menina focada em estudar, conseguir boas notas e cartas de recomendação para a faculdade. Ela consegue concorrer uma vaga de estágio com a Lola, uma adolescente que só quer viver da arte. Acidentalmente, as duas trocam o celular e após receber uma multa, Lola se aproveita de uma vaga de babá que é oferecida a Jenny para conseguir dinheiro para pagar a multa. Como não tem experiência, um dos meninos acabam fugindo e ela tem a ajuda da Jenny ( que estava de baba em outra casa) para encontra-lo. 

É literalmente uma noite de aventuras, cada coisa que essas crianças passam. Chega a ser até engraçado o filme. É meio que uma regra a Disney fazer filme em que as amizades prevalecem ou se formam durante o decorrer da história. A forma como as duas se unem e aprende uma com a outra é bem fofinho, vale muito a pena ver.

E aí, já assistiram algum desses filmes? Podem me contar!

Um super beijo e fiquem com Deus <3