O que eu penso sobre o dízimo.

9 de mar de 2017


Sempre acompanhei as diversas opiniões sobre o dízimo, seja ele dentro ou fora da igreja. Cresci sabendo que era o certo a fazer, mas na minha adolescência dei de cara com muitos questionamentos sobre isso. Entre diversos casos, eu sabia que muita gente se aproveitava e continua se aproveitando disso.

Entretanto, não estou aqui para falar sobre eles, mas pra falar sobre mim, que posso errar tanto quanto eles sem pedir dinheiro pra ninguém. O que eu aprendi, desde pequena, é que devemos obrigatoriamente tirar 10% do nosso salário e entregar para a igreja e eu ficava pensando por qual motivo a igreja iria precisar do meu dinheiro, né? Todo mundo tem dinheiro lá, o meu não iria fazer falta.

Quando comecei a trabalhar, minha mãe nunca me cobrou tirar o dízimo e pela minha rotina eu mal ia na igreja. Todo mês eu sempre tentei separar um pouco ali, um pouco aqui, mas sempre aparecia algo que eu poderia usar. Afinal, é um fato, você sempre vai ter algo mais importante pra fazer com esse dinheiro.

Até que comecei a seguir os meus próprios passos, comecei a buscar e conhecer a Deus me esquecendo de tudo aquilo que eu escutava, mas focando em tudo o que Ele me dizia. E uma das histórias da bíblia que mais me encanta é a de Abraão. Sério, eu consigo chorar nos mesmos versículos 4000 vezes se possível, em ver um homem que escolheu viver pela fé da maneira mais bonita e a fidelidade do Senhor o seguiu durante toda a sua vida. Mas, voltando ao assunto do dízimo, em uma determinada parte dessa história, Abraão tira 10% daquilo que ele tem e dá a Melquisedeque em forma de gratidão! O verdadeiro significado do dízimo é isso, é a gratidão por aquilo que você tem, por aquilo que Deus te dá, pelo sustento.

Mas é usado de tantas formas erradas que a gente nem tem vontade de fazer nada, eu sei, porque isso já passou na minha cabeça. Até que troquei de igreja, uma igreja super diferente de qualquer outra que já entrei na minha vida, comecei a ver os bastidores de lá, o trabalho lindo que eles faziam, o ensinamento que era e é tão igual ao que eu leio na minha bíblia todos os dias. Eu me senti em casa e ainda me sinto assim. Na época, eu estava sem trabalhar e recebi um apoio lindo de todos os que estavam ao meu redor lá e eu sabia que todas aquelas mãos que se estendiam para mim era uma maneira de Deus dizer que nada iria me faltar, nunca. Naquela época, eu falei que assim que voltasse a trabalhar iria voltar pagando o meu dízimo todo domingo, por gratidão ao cuidado de Deus, pela visão da minha igreja e por saber que se fosse 10% ou 90% do meu salário ou se eu não tivesse renda nenhuma, Deus permaneceria cuidando de mim e permaneceria cumprindo a promessa de que nada nunca iria me faltar.

Sabe, o maior problema é que damos o dinheiro a determinadas igrejas por querer em troca algo que desejamos muito. Deus não é um gênio da lampada que a gente esfrega e nossos desejos são realizados, mas  é um Deus que satisfaz as nossas necessidades. Ele não quer o seu dinheiro ou a sua oferta, Ele quer o seu coração. 10% do seu salário não altera quem Deus é ou o que Ele quer fazer, mas 10% de Deus muda completamente as nossas estruturas.

No último domingo eu paguei o primeiro dízimo dessa nova etapa na minha vida. Tirei com um sorriso no rosto, porque hoje vivo nos bastidores de uma igreja, sei para onde vai tudo o que entra, sei de todo cuidado e conheço muito bem o Deus que eu sirvo. Não dei pensando no quanto eu queria ser abençoada por dar com tamanha alegria uma parte de algo que eu esperei tanto tempo para ter de novo, mas querendo que o amor dEle permaneça sendo anunciado, quebrando padrões, mudando vidas e trazendo esperança a todos aqueles que não tem. Dei 10% com a sensação de que os outros 90% estavam disponíveis, de que o meu coração permanecia disponível para tudo o que Ele quiser de mim. 


Dá o Play: This Is Us

7 de mar de 2017

Por assistir muitas séries, já tinha um tempo que eu estava procurando por algo novo. Não precisava ser uma história romântica, engraçada, monarquia ou qualquer coisa do tipo. Precisava encantar sabe, ser diferente e trazer um brilho diferente. Até que um dia resolvi assistir ao trailer de uma série que a NBC estava anunciando. Era This Is Us, um trailer emocionante e na hora eu pensei: " Cara, achei o que eu estava procurando!".


Além da história que estava sendo apresentada naquele trailer, Mandy Moore e Milo Ventimiglia fazia parte do elenco, logo, minha atenção estava voltada para aquela série. Mas, quando chegou o dia do lançamento, eu fui surpreendida.

10 minutos de episódio e eu já estava em lágrimas. Era uma realidade que as vezes a gente se nega a acreditar e estava sendo apresentada, quebrando alguns padrões e emocionando. Fomos apresentados a duas realidades diferentes, a criação de uma família e o reflexo na vida adulta dos filhos. 

No primeiro episódio, somos apresentados a Rebecca e Jack. É o dia do aniversário de Jack e Rebecca está gravida de trigêmeos e por incrível que pareça o parto acaba acontecendo naquele dia. Como a vida é cheia de surpresas e uma gravidez de risco, um dos bebes acaba morrendo.  

Naquele mesmo dia, do outro lado da cidade, uma criança também nasce e é abandonada em frente ao corpo de bombeiros. Os dois não pensam duas vezes, a casa estava preparada para três crianças, então, adotaram aquele bebê. E ao mesmo tempo que estamos conhecendo todo o cenário do nascimento deles, somos apresentado a vida adulta de Kate, Kevin e Randall.


Kate sofre para perder peso, a série mostra todo o empenho dela em querer emagrecer e não conseguir alcançar os seus objetivos. Mesmo assim, Kate ainda quebra os padrões e tenta sempre mostrar que o importante é se amar e se divertir, principalmente quando ela conhece Toby, seu namorado que também luta para emagrecer e começa a mostra- la que está do lado dela, mas que a ama do jeito que ela é. 

Kevin virou ator, é protagonista de uma das séries mais famosas do momento, mas em um determinado momento ele começa a detestar seu papel, resolve largar e entra em uma crise sobre o que deve ser, sobre o que ele fez e se deve continuar sendo ator. Kate dá a ele todo suporte que precisa, até que ele decide se mudar e começar no teatro novamente. E, ao mesmo tempo, ele tenta criar novos laços com Randall, já que na infância e adolescência eles nunca se deram bem.

Randall foi diagnosticado como uma criança superdotada, estudou em uma escola diferente, construiu uma carreira brilhante. Tem uma vida bem sucedida, uma esposa que está sempre ao seu lado, duas filhas e decidiu ir encontrar seu pai biológico. E quando ele finalmente o encontra, descobre que seu pai sofre de câncer e decidi cuidar dele, mesmo não tendo nenhum laço. Apesar de guardar algumas coisas que sofreu no passado, Randall sempre se mostra pronto para ajudar a família no que for necessário.

No decorrer de todos os episódios, sempre vemos os dois lados da história, acompanhamos o relacionamento do Jack e da Rebecca fica alguns mistérios no ar que atiçam a nossa curiosidade e são desenvolvidos de uma maneira lenta mas ao mesmo tempo emocionante. Como manteiga derretida assumida, eu choro mesmo em quase todos os episódios!

Entretanto, é tão bom ver um elenco tão maravilhoso junto assim, mostrando algo que é real como a obesidade, o racismo, as dificuldades de estar em um relacionamento, as crises emocionais e tantas outras coisas. Sem contar que em alguns episódios a Mandy Moore canta, se vocês assistiram Um Amor Pra Recordar, sabe que ela tem uma voz lindíssima. Para a nossa felicidade, em Janeiro a série foi renovada por mais duas temporadas e ainda ganhou o prêmio de melhor novo drama do People Choice Awards! Não pensa duas vezes e vai conferir <3

Se você já assistiu essa série, não deixa de me contar o que tem achado e se não, conta aí se ficou com vontade de acompanhar!

Um super beijo e fiquem com Deus <3


O diferente.

1 de mar de 2017


O diferente sempre é o contrário daquilo que já estamos acostumadas, o novo, o repentino, a surpresa. Dá pra juntar mil pessoas e cada uma vai ter uma história sobre um amor que começou diferente e terminou da mesma história.

O clima é diferente, o olhar é diferente, as atitudes são diferentes. As mãos entrelaçadas formam uma combinação perfeita, o abraço parece ser o encaixe perfeito e os sonhos. Como pode ser o sonho de duas pessoas serem tão parecidos assim? Isso só pode ser coisa do destino. Mas não é. 

Um ou até dois meses diferentes tudo começa a ficar igual a todas as outras vezes e você já prevê que o coração vai se machucar de novo. Mas, relaxa, a culpa nunca vai ser sua. Quando não é pra ser, não acontece, não há nada nesse mundo que possa ir ao nosso favor. Dá até pra ouvir a a desilusão que chega e faz questão de lembrar que se você estivesse prestando atenção no céu, no carro que cruzava a esquina ou no outro casal que se declarava a sua frente, os teus olhos não teriam sido captados por aquele olhar que era tão diferente e agora se tornou igual ao de todos os outros desconhecidos que sempre cruza o nosso caminho.

E aí começamos a nos questionar como conseguimos ser tão bobas por acreditar na mesma ladainha de sempre. Sempre acreditamos, criamos a esperança, o coração chega até palpitar, as músicas do Jorge e Mateus encaixam tão perfeitamente que a gente até já sabe quais serão os trechos da foto que vamos publicar. Precisamos, mais uma vez, começar a esquecer parte por parte, até que o coração esteja em um bom estado. Até porque, a reação vai de cada uma, de coração pra coração, uns se machucam feio, outros só precisam de um próximo empurrão para viver tudo novamente.

Mas eu não quero falar sobre a dor do nosso coração. Nem sobre como se livrar disso. Queria eu que a gente soubesse a hora certa em que tudo ia acontecer como nos nossos sonhos. Talvez, todas essas desilusões são pra nos mostrar que, na hora certa, você vai estar com aquela pessoa que vai te fazer agradecer porque todas as outras vezes deram errado. 

Pra achar essa pessoa, você não tem que ficar procurando o que é diferente de todos os outros que passaram pela sua vida. Porque sentir as borboletas no estomago é muito bom, sentir o carinho e a compreensão que vem no início também é muito bom. Se sentir amada é a melhor sensação do mundo! Por isso que eu digo, escolha o que é igual, o que trás os mesmos sentimentos e emoções. Mas, que ele escolha permanecer na sua vida. 

Não se feche pra novas histórias porque a última não teve o fim que você espera. Se a gente pensar mesmo, nessa modernidade toda, precisam de várias páginas, contratempos e capítulos com finais errado para que, no final do livro, realmente aconteça o final feliz em que os sinos vão tocar, o arroz vai cair e o pra sempre vai chegar.

Favoritos : Oscar 2017.

27 de fev de 2017

Sem dúvidas, o Oscar é a minha premiação favorita! Todos os anos eu tento fazer a maratona de filmes, mas, mesmo não completando a lista, eu sempre acompanho toda a cerimônia, desde o red carpet até a after party!

Preciso dizer que fiquei um pouco assustada em alguns quesitos. Além daquele momento bem tenso na hora de anunciar o melhor filme ( e que com certeza vai ser lembrado até o fim desse milênio), eu torci muito para que La La Land ganhasse em todas as categorias - amei o filme sim, sim, sim! -  e fiquei bem divida na categoria de melhor ator, Ryan Gosling é um maravilhoso, Andrew Garfield interpretou um papel lindíssimo, mas quem levou a estatueta mesmo foi o Casey Affleck. Entretanto, não posso deixar de mencionar o que já mencionei em todas as minhas redes sociais, minha felicidade em ver a Emma Stone ganhando como melhor atriz estava estampada. Ela é uma atriz sensacional, e se tinha alguém que merecia ser premiada nessa noite ( e foi!) era ela.

Agora, depois de fazer meu comentário sobre essa noite, vamos falar dos vestidos maravilhosos que foram desfilados, né? Como todos os anos, escolhi alguns vestidos do red carpet e da after party que mais conquistaram o meu coração. Dá só uma olhada!

Felicity Jones parecia uma bailarina e ao mesmo tempo uma princesa. O vestido é da Dior e achei que super combinou com ela. Aliás, se a gente voltar um pouco a fita, ela ama esse estilo de vestido e sempre está com um maravilhoso nas diversas premiações que participa. E, na hora que a Zuri Hall
 cruzou o tapete vermelho, tratei de mandar a foto do vestido para a Tainá, além de amar o floral estampado no vestido, ela foi uma das poucas pessoas que trouxeram um pouco de cor para essa premiação. Amei o tom escolhido, além disso, amei esse shape do vestido <3

Hailee Steinfield é outra que só aparece pra arrasar, um pouco de cor, um floral, babados e essa mistura deixou ela entre uma das mais bonitas em quase todas as plataformas de notícia! Preciso dizer que amei a combinação da gola alta com o coque. Acredito que essa é a primeira vez que a Michelle Williams aparece entre as minhas favoritas, mas essa combinação de um vestido que é tão delicado mas ao mesmo tempo ousado devido ao decote foi uma aposta incrível! 


Tem muita gente que detesta o vermelho no tapete vermelho! Mas, precisamos dizer o quão lindo é esse vestido que a Ginnifer Goodwin usou ontem, esse mix de transparências sempre vai ser o meu favorito e o modelo estilo princesa também! E, eu sei que a Nicole Kidman dividiu opiniões por escolher um nude que deixou ela muito apagada,  só que eu amei esse vestido, o bordado conquistou mesmo os meus olhos. Talvez, se ela tivesse optado por um rosa claro ou um tom mais terroso teria encaixado melhor ao tom de pele dela. Mas, pra mim, ela permanece linda!


Vocês já sabem, eu esperei ansiosamente por essa noite só pra ver Emma Stone. Na hora que ela chegou no tapete vermelho, tratei de arrumar uma foto pra ver direitinho o que ela estava usando. Um vestido com uma pegada meio retrô e dançante, o dourado pra combinar com a estatueta que ia ganhar. Ela ficou toda delicada e linda ao mesmo tempo <3. Também temos Olivia Culpo, um vestido bem parecido com o estilo que a Emma estava usando, porém, a Olivia me conquistou foi nos detalhes, o cintinho, os anéis e a make que estava um roxo bem vibrante e maravilhoso!


E começando a falar da after party, temos o preto que é sempre muito escolhido nesse estilo de festa. Primeiro a Lily Donaldson, sabemos que o veludo vai estar em alta e ela se jogou mesmo. E o que um vestido preto não faz com uma mulher? Ela já é linda e ficou super elegante com essa escolha. Além dela, a Reese Witherspoon (que sempre está entre as minhas favoritas), escolheu um preto com a estampa cinza, curto e lindo! Eu não consigo deixar de citar ela aqui, sempre arrasa! 


Também temos esse tom de azul escuro que é um dos meus preferidos. A Auli'i Carvalho optou por um modelo tradicional e muito elegante, amei o detalhe nos ombros e na saia. E a Nina Agdal optou por um vestido rendado e com uma leve transparência, o que me chamou atenção foi o cinto, são poucos os vestidos com um cinto que estão entre os meus favoritos, mas o dela ficou lindo!


E esse estilo princesa e bailarina também me conquistou com a Kate Bosworth, pelo tom do vestido e pela cintura bem marcada! E a Leslie Mann também se jogou no tule, amei os detalhes na saia do vestido.


A Hailee Steinfield e a Emily Ratajkowski apostaram no brilho e na leve transparência! A Hailee escolheu esse modelo com a capa que também está super em alta e deixa um ar de realeza, né? ( pelo menos pra mim haha) e a Emily com esse vestido estilo sereia, amei essa saia com plumas/ pelos que ela escolheu.


 E vocês acharam mesmo que Amy Adams e Kate Hudson não iriam estar nessa seleção? Se enganaram, elas são as figurinhas repetidas dessa sessão aqui no blog, só aparecem com vestidos maravilhosos e elegantes que destacam ainda mais a beleza dessas duas! Amy optou por um vestido prata, ela sempre escolhe um modelo mais "simples" e ao mesmo tempo fica maravilhosa. Já a Kate, escolheu por esse vestido com um leve plisado, misturado com um babado e uma transparência, dividiu as opiniões mas eu até que gostei, achei diferente do que estamos acostumados a ver.

Ufa, acabamos com a seleção desse ano! E aí, gostaram das escolhidas? E o que acharam da premiação? Podem me contar!

Um super beijo e fiquem com Deus <3

TOP 7 : Músicas que estou amando no momento

21 de fev de 2017

2017 começou faz algum tempo, mas nunca é tarde para começar uma categoria nova aqui, não é mesmo?

Na verdade, essa categoria começou na semana passada com o post sobre a Renner, mas decidi apresenta-la pra vocês! Não é segredo, vai se tratar de sete coisas que vier na minha cabeça durante a semana, durante aquele dia ou até mesmo naquele momento. Eu sou uma pessoa de momento, então, tem horas que eu penso umas coisas e isso acaba virando uma pauta para o blog. Como tem horas que eu não penso nada e vivo de falar coisas aleatórias. Toda segunda-feira eu vou falar sobre isso, sobre sete coisas aleatórias, fora do comum ou até mesmo especial. 

Hoje eu decidi falar das sete músicas que mais tenho escutado no momento, fica no replay durante o dia inteiro ( se alternando entre elas, é claro). Olha só <3




Selena Gomez  é uma das minhas cantoras preferidas, sempre que ela lança uma música nova eu já corro pra ouvir. Eu escutei essa música hoje e já decorei a letra, tem uma batida ótima pra ouvir no carro ( que eu ainda não tenho mas sonho em ter).



A Priscilla Alcantara tem uma voz linda, um dia eu pesquisei e essa música acabou aparecendo, naqueles videos que o Youtube sugere. Aí quando escutei a música pela primeira vez, a letra foi me envolvendo, sabe? Amo essas músicas em que te leva para uma outra atmosfera, a ministração é linda  e se tornou umas das minhas músicas preferidas da vida!



Faz algum tempo que ando viciada em Housefires, são letras maravilhosas que embalam quase todos os meus dias. Mas, essa música tocou em um momento em que era tudo que eu queria orar e não conseguia achar palavras. No momento eu só comecei a cantar junto e ser abraçada por Deus de uma maneira linda. "... Digno de todas as músicas que poderíamos cantar, Digno de todo o louvor que jamais poderia trazer, Digno de todo o suspiro que poderia respirar, nós vivemos para você..."



Sempre amei ver os videos da Isadora Pompeo, ela tem uma voz linda e tão calminha! Além disso, tenho várias amigas que também amam e sempre me falam de algo novo que ela lança. Um dia, essa música tocou na rádio do spotify que estava ouvindo, se não me engano, eu escutei umas 10 vezes seguidas, sem parar! Acho que é uma verdade tão boa de ser cantada, algo que eu vivo, de pedir para Deus estar perto, porque eu não me vejo sem Ele. Sem contar que ela lançou outras músicas maravilhosas que merecem ser ouvidas <3



Eu amo músicas que tem um estilo poético, algo que você vê que vem do coração mesmo, com muito sentimento! Posso dizer que as músicas da Deise Jacinto foi uma das minhas melhores descobertas. Na hora do meu almoço e depois que chego do serviço, já coloco o CD pra tocar e vou me desligando um pouco do mundo, sabe? Nessa música, em especial, ela fala que não entende como o Deus esperou pelo seu amor, mas que bom que Ele fez isso, porque Ele é muito bom. Aí eu vou ouvindo e vou chorando, ouvindo e chorando!



Não sei quantas pessoas compartilharam o link dessa música no meu facebook. E eu me arrependo de não ter seguido a intuição e ter dado o play em cada um deles. O Estêvão Queiroga também tem letras regadas de sentimentos. Essa música, a partida e o norte, foi um reflexo do meu ano sem que eu percebesse. Só me vi ouvindo várias e várias vezes e lembrando de que independente do que aconteça, Deus está sempre no controle de todas. "...A luz que me cegou me fez ver Deus <3."


Não é segredo pra ninguém que eu sempre escuto Shawn Mendes, faz um tempinho que escutei Mercy e desde então ela entrou para a minha playlist. De vez em quando me pego cantando a letra, ela meio que fica no meu inconsciente o dia inteiro hahaha. É uma das minhas músicas preferidas dele, depois de Stitches <3

Ufa! Esse é o Top 7 dessa semana! Se vocês tiverem algum tema para ser desenvolvido aqui podem me contar. Aliás, aproveita e me conta se já escutaram essas músicas também!!!

Um super beijo e fiquem com Deus <3

Coisas Legais Que Ando Vendo Por Aí #6

17 de fev de 2017

Dessa vez eu quis algo diferente, ao invés de compartilhar várias matérias, decidi focar em textos bem diferentes. Sou a louca dos blogs de textos, fico horas e horas lendo tudo o que estão oferecendo e tenho encontrado tanta coisa boa, vocês não fazem ideia!

E, tudo o que é bom merece ser compartilhado, não é? Isso é o que vim fazer hoje. Se ajeitem aí na cadeira pra mergulhar nesses links lindos <3 Lembrando que é só clicar no que está destacado em rosa para ser direcionado ao site.

Tu mereces muito mais do que alguém que só te procura quando quer.


"...Tu mereces muito mais. O teu coração é imenso, a tua alma é intensa, a tua entrega é inteira, e tu não mereces nada nem ninguém que seja menor do que isso. Tu tens muito caminho para seguir ainda, segue em frente, mesmo que sozinha, porque tu mereces alguém que te impulsione e não alguém que só te coloca defeitos e te puxa para baixo... " ( Coffee Break)

Quando a gente gosta é claro que a gente cuida.


"...Quando a gente gosta não há distância, não há falta de tempo, não há rotina cansativa, não há namoro recém-acabado nem sentimento mal resolvido que nos impeçam de demonstrar cuidado. Quando a gente gosta a gente quer saber como vão as coisas. A gente diz que está com saudade. A gente pergunta como vão os estudos. O trabalho. A viagem..." ( Entenda os Homens)


"...Amar e ser amada é uma dádiva, uma benção, um presente de Deus. Não pense que amar é um erro, muito pelo contrário. Já dizia a escritora Drica Serra: “Você não errou em ter amado, apenas errou o destino do seu amor”, e não apenas isso, ela também diz (e nos ensina): “Às vezes, não colhemos frutos do amor que plantamos porque jogamos nossas sementes em solo infértil”. Não se culpe por não ter dado certo com quem você queria que desse ou por ter perdido quem você achou que estaria na sua vida até o fim. Existem perdas que são livramentos e se deu errado é porque algo muito melhor espera por você..." ( Alma com Flores)

Sobre padrões estéticos e mágoas.

Eu nem conheço vocês, mas uma coisa eu garanto: vocês são muito mais fantásticos do que pensam ser. A gente tem essa péssima mania de achar que somos bem menos do que somos realmente. Não se rendam a isso não." ( Ruth Manus)

Tive um breakdown e sobrevivi


"...Mas não parou por ai! Na volta para casa eu ouvi “Yes and Amen” (do Matt Redman) e na hora eu pensei: “Perae! Essa é a minha oração! Eu disse SIM para tudo o que tem no Seu coração Deus. Eu disse sim para as promessas, eu disse sim para tudo que faça o seu Reino vir. E mais uma vez eu digo: Sim e amém para o que você perguntar e me pedir para fazer.” ( Blog da Dé)

Não sou responsável pelo o que vão pensar de mim.


"...Sou hoje o que sempre fui durante muito, muito tempo, mas preferia esconder. Sou alguém que tem sonhos não realizados, diversas frustrações, uma ansiedade que causa gastrite, um senso de humor que alterna entre feliz demais para – que chato o mundo está hoje. Sou alguém que não gosta de uma lista de pessoas, que tem suas preferências porque entende que alguns, simplesmente, são melhores distantes da gente..." ( Entenda os Homens)

Bônus

Durante essa temporada sem a atualização desse quadro, aconteceu duas coisas: Saiu uma entrevista que dei para o blog da Lulu ( o Lulu On The Sky) e a Rafa do blog Relatos de um tédio colocou o Rodovia Dezenove entre os blogs preferidos dela, muito amor mesmo <3

E aí, gostaram da sessão de textos desse mês? Não deixem de me contar! Todos os blogs citados aqui, com exceção do Coffee Break, eu acesso diariamente e amo acompanhar todos os textos!

Um super beijo e fiquem com Deus <3

O Instagram das gringas

15 de fev de 2017

Conversando com a Tai, expliquei que estava decidida a organizar meu instagram, apostar em fotos mais nítidas, filtros mais legais, algo que não me limitasse tanto. Resolvi procurar algumas inspirações e caí em um instagram de uma blogueira gringa e fiquei boba com a qualidade das fotos. Decidi continuar pesquisando e saiu esse post, cinco contas com um feed maravilhoso pra gente seguir e se inspirar.

Já tem alguns dias que tirei o print dessas contas, então, com toda certeza já foram publicadas fotos novas!


A Leonie Hanne é da Alemanha e tem um blog que se chama Ohh Couture onde ela compartilha várias coisas lindas, inclusive fotos de looks do dia, viagens e etc... O que mais me encantou no instagram dela foi a predominância do rosa na composição, nos filtros. Além disso, as várias fotos maravilhosas que ela tira durante suas viagens!


O rosa do feed da Julia Engel me conquistou real oficial, ele é todo rosa. Não só o feed como o blog dela também! É tão lindo que acabei virando seguidora fiel e o blog dela entrou para os meus favoritos, afinal, os looks são lindos e as fotos mais bonitas ainda! A Julia escreve no Gal Meets Glam e com certeza vale muito a pena visitar!


A Carly tem um feed bem dinâmico e bem colorido, foto do dia a dia com uma cartela de cor bem variada. Muito fofo e uma ótima opção para seguir, além disso, ela tem um blog que se chama The College Prepster, lá ela compartilha dicas sobre tudo um pouco e com fotos lindíssimas!



A Lauren Conrad é conhecida pela sua participação em uma série que se chama The Hills, como eu nunca assisti, eu ainda não conhecia muito sobre ela, só escutava falar de vez em quando. Mas o feed dela me chamou a atenção porque o mesmo filtro cria uma harmonia, parece ser enjoativo, mas quando vê tudo junto fica lindo! Coloquei pra inspirar mesmo <3


Comentei com uma amiga que o instagram da Jacqueline Mikuta foi o primeiro com uma predominância cinza e eu achei lindo! Além disso, ela arrasa nos looks, nas composições da foto e isso reflete no blog dela que tem um conteúdo lindo <3


O feed da Carin não tem muita foto de look ou dela, mas é recheado de fotos de paisagens. Cá entre nós, uma mais linda do que a outra. Realmente tem pessoas que opta pelas fotos de lugares, livros e comidas. Nesse caso, o instagram dela é uma ótima inspiração, e como amo fotos assim, ela já ganhou uma nova seguidora! 

Não vou demorar até retornar aqui com mais feeds lindos pra vocês se inspirarem! Mas, quero saber, vocês gostaram das indicações de hoje? Podem me contar!

Um super beijo e fiquem com Deus <3